Now Playing Tracks

taiguar:

”[…] Em qualquer lugar que estivessem deveriam recordar sempre que o passado era mentira, que a memória não tinha caminhos de regresso, que toda primavera antiga era irrecuperável, e que o amor mais desatinado e tenaz não passava de uma verdade efêmera.”

Gabriel García Márquez em “Cem Anos de Solidão”

Ilustração: Meme e Maurício Babilônia entre as borboletas ( Carybé )

"Se eu esperar compreender para aceitar as coisas – nunca o ato de entrega se fará. Tenho que dar o mergulho de uma só vez, mergulho que abrange a compreensão e sobretudo a incompreensão. E quem sou eu para ousar pensar? Devo é entregar-me. Como se faz? Sei porém que só andando é que se sabe andar e – milagre – se anda."

__Clarice Lispector, in Água Viva

(Fonte: sweethoney3)

"Eu sinto que nós chegamos ao limiar de portas que estavam abertas – e por medo ou pelo que não sei, não atravessamos plenamente essas portas. Que no entanto têm nelas já gravado o nosso nome. Cada pessoa tem uma porta com seu nome gravado, e é só através dela que essa pessoa perdida pode entrar e se achar."

__Clarice Lispector -  Fonte: Jornal do Brasil (1971)

(Fonte: gimbo60)

To Tumblr, Love Pixel Union